Horas

0

Oradores

0

Participantes

0

Workshop

Sponsors

0

O Impacto da Pandemia de COVID-19 nas IPSS e seus utentes em Portugal

Importa discutir as dificuldades que atravessam as instituições e as estratégias implementadas e/ou a implementar para conseguir fornecer a qualidade de vida que os utentes merecem. Tomar decisões em conjunto, debater pontos de vista e partilhar experiências para perceber o caminho que se deve trilhar. Esta envolvência institucional vem colmataras fragilidades que, presumivelmente, as instituições atravessaram e atravessam, e, com certeza, que os envolvidos vão acabar por retirar algo de proveitoso e de aplicável nas suas próprias instituições através desta partilha. Prevê-se que diretores técnicos, órgãos da direção ou elementos da equipa técnica tragam a realidade de cada local e, posteriormente, em mesa redonda, se debatam pontos de vista.

INCRIÇÃO
O Impacto da Pandemia de COVID-19 nas IPSS e seus utentes em Portugal

As repercussões de um isolamento social necessário.

Ainda é cedo para falar num estado pós pandemia, mas as instituições não podem permanecer eternamente encerradas para o exterior. Assim, os utentes de Lar Residencial, muitos dos quais jovens e com vitalidade – porque neste caso não estamos a falar de idosos, mas sim de pessoas com deficiência intelectual e doença mental – ficam privados de participarem atividades lúdicas e de caracter social e têm-se mantido fechados com o risco de contaminar ou serem contaminados. Até quando? Outro problema que surge associado ao contexto pandémico é a necessidade em separar os utentes internos dos externos. Isto é um problema porque os utentes, quer uns quer outros, ficam impedidos de frequentar espaços que antes frequentavam: sejam ginásios, refeitórios ou até salas ocupacionais ou terapêuticas. Além disso, as relações interpessoais, essenciais para o cérebro, são cortadas radicalmente. Será que as instituições estão a fazer o melhor pelos utentes, ou será que esta atuação trará efeitos mais catastróficos para o bem-estar físico e psicoemocional?

INSCRIÇÃO
As repercussões de um isolamento social necessário.

Os Oradores

Os nossos oradores convidados pela AACCB a moderar e participar nos painéis  do III Encontro Incluir as Diferenças – Pandemia e IPSS’s.

Dr. João BenquerençaPresidente em AACCB

João Benquerença, finalizou em 1997 o curso de Contabilidade e Gestão no Instituto Matemática Aplicada à Economia e Gestão, desempenhando funções na sua área de especialização até à atualidade.

Desde abril de 2012 que é Presidente da Direção da Associação de Apoio à Criança do Distrito de Castelo Branco.

Dr. João BenquerençaPresidente em AACCB

João Benquerença, finalizou em 1997 o curso de Contabilidade e Gestão no Instituto Matemática Aplicada à Economia e Gestão, desempenhando funções na sua área de especialização até à atualidade.

Desde abril de 2012 que é Presidente da Direção da Associação de Apoio à Criança do Distrito de Castelo Branco.

closepopup
Dr.ª Joana Morais e CastroUniversidade Católica Portuguesa do Porto

Licenciou-se em direito pela Universidade Católica Portuguesa e é especialista em Direitos Humanos, pela Universidade do Minho e pelo CES/Universidade de Coimbra.

Tem estado dedicada a missões de intervenção social e comunitária em Portugal e no estrangeiro. Neste momento colabora na Área Transversal de Economia Social da Universidade Católica do Porto - Porto (ATES/UCP) como docente e consultora.

Participa em diversos projetos sociais como, por exemplo, no Vozes de Esperança (ENCONTRAR+SE) e na Associação Compassio. Em ambos procura recorrer às narrativas para a criação de empatia, compaixão e combate ao estigma e preconceito.

Desde que é Mãe da Maria Joana, que tem Síndrome de Down, procura promover a valorização da diferença e da diversidade humana.

Contadora de Histórias.

Dr.ª Joana Morais e CastroUniversidade Católica Portuguesa do Porto

Licenciou-se em direito pela Universidade Católica Portuguesa e é especialista em Direitos Humanos, pela Universidade do Minho e pelo CES/Universidade de Coimbra.

Tem estado dedicada a missões de intervenção social e comunitária em Portugal e no estrangeiro. Neste momento colabora na Área Transversal de Economia Social da Universidade Católica do Porto - Porto (ATES/UCP) como docente e consultora.

Participa em diversos projetos sociais como, por exemplo, no Vozes de Esperança (ENCONTRAR+SE) e na Associação Compassio. Em ambos procura recorrer às narrativas para a criação de empatia, compaixão e combate ao estigma e preconceito.

Desde que é Mãe da Maria Joana, que tem Síndrome de Down, procura promover a valorização da diferença e da diversidade humana.

Contadora de Histórias.

closepopup
Enf.ª Rita EstevesEnfermeira e Vogal da Direção da AACCB

Rita Esteves, é Licenciada em Enfermagem pelo IPCB de Castelo Branco. Em 2013 finalizou o Mestrado em Cuidados Paliativos, em 2015 terminou a Pós Graduação em Feridas, em 2020 especializou-se em Enfermagem Médico Cirúrgica na área de Enfermagem à Pessoa em Situação Paliativa, pelo IPCB, Castelo Branco.
Exerce Funções Unidade Local de Saúde de Castelo Branco, EPE - Hospital Amato Lusitano – Serviço de Ortopedia e elo de ligação à Equipa Intra-hospitalar de Suporte em Cuidados Paliativos. Trabalha na Associação de Apoio à Criança do Distrito de Castelo Branco como vogal da direção e coordenadora de enfermagem.
Realizou voluntariado no Apartamento de Reinserção Social de Castelo Branco – Projeto Homem, Centro Social Interparoquial de Abrantes – Consultadoria, Enfermagem. É também Membro do Conselho Regional de Castelo Branco da Elcos – Sociedade Portuguesa de Feridas

Enf.ª Rita EstevesEnfermeira e Vogal da Direção da AACCB

Rita Esteves, é Licenciada em Enfermagem pelo IPCB de Castelo Branco. Em 2013 finalizou o Mestrado em Cuidados Paliativos, em 2015 terminou a Pós Graduação em Feridas, em 2020 especializou-se em Enfermagem Médico Cirúrgica na área de Enfermagem à Pessoa em Situação Paliativa, pelo IPCB, Castelo Branco.
Exerce Funções Unidade Local de Saúde de Castelo Branco, EPE - Hospital Amato Lusitano – Serviço de Ortopedia e elo de ligação à Equipa Intra-hospitalar de Suporte em Cuidados Paliativos. Trabalha na Associação de Apoio à Criança do Distrito de Castelo Branco como vogal da direção e coordenadora de enfermagem.
Realizou voluntariado no Apartamento de Reinserção Social de Castelo Branco – Projeto Homem, Centro Social Interparoquial de Abrantes – Consultadoria, Enfermagem. É também Membro do Conselho Regional de Castelo Branco da Elcos – Sociedade Portuguesa de Feridas

closepopup
Dr.ª Sandra FortunaDiretora Técnica da APPACDM da Covilhã

Sandra Fortuna, de 42 anos, é licenciada em Língua e Cultura Portuguesas, pela Universidade
da Beira Interior.
Foi professora de Língua e Cultura Portuguesa entre 2005 e 2010.
No período de 2008 a 2016, foi Presidente de um Lar de Terceira Idade.
Em 2010, assumiu o cargo de Secretária Geral da APPACDM da Covilhã.
Atualmente, desde 2020, exerce as funções de Diretora técnica da APPACDM da Covilhã.

Dr.ª Sandra FortunaDiretora Técnica da APPACDM da Covilhã

Sandra Fortuna, de 42 anos, é licenciada em Língua e Cultura Portuguesas, pela Universidade
da Beira Interior.
Foi professora de Língua e Cultura Portuguesa entre 2005 e 2010.
No período de 2008 a 2016, foi Presidente de um Lar de Terceira Idade.
Em 2010, assumiu o cargo de Secretária Geral da APPACDM da Covilhã.
Atualmente, desde 2020, exerce as funções de Diretora técnica da APPACDM da Covilhã.

closepopup
Coronel José Augusto AlvesProvedor da Santa Casa da Misericórdia de Castelo Branco

O Sr. Coronel José Augusto Rodrigues Alves nasceu em Castelo Branco (28 de agosto de 1958).
Licenciado em Ciências Sócio - Militares – arma de Infantaria da Academia Militar, presentemente tem o posto de Coronel e encontra-se na situação de reforma. Frequentou
vários cursos no âmbito militar, quer em Portugal, quer no estrangeiro
Possui também o Curso de Formação “Gestão de Instituições Para Idosos”, na SOCIALGEST,
sendo Diretor do Curso o Prof. Dr. Luís Jacob.
Destacou-se em várias funções no âmbito militar.
Orador convidado em várias ações e Fóruns, no âmbito da Economia Social ao nível do
Terceiro Sector, tanto na Formação de Dirigentes e Técnicos, como Colaboradores das IPSS. Foi Presidente da Direção do Centro Social Amigos da Lardosa, além de ter sido Tesoureiro e
Presidente da Direção desta IPSS no período de 2005 a 2017. Foi também Tesoureiro da União
Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Castelo Branco. Atualmente é o Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Castelo Branco.
Noutros âmbitos, salienta-se: Vice-Presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco de 17 de
outubro de 2017 a 27 de julho de 2020 e Presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco
no período de 28 de julho de 2020 a 15 de outubro de 2021.
Integrou o Conselho Geral do Instituto Politécnico de Castelo Branco, como membro cooptado
no período de 2017 a 2021. Desde 14 de junho de 2021 que é o Presidente do Conselho Geral do Instituto Politécnico de Castelo Branco

Coronel José Augusto AlvesProvedor da Santa Casa da Misericórdia de Castelo Branco

O Sr. Coronel José Augusto Rodrigues Alves nasceu em Castelo Branco (28 de agosto de 1958).
Licenciado em Ciências Sócio - Militares – arma de Infantaria da Academia Militar, presentemente tem o posto de Coronel e encontra-se na situação de reforma. Frequentou
vários cursos no âmbito militar, quer em Portugal, quer no estrangeiro
Possui também o Curso de Formação “Gestão de Instituições Para Idosos”, na SOCIALGEST,
sendo Diretor do Curso o Prof. Dr. Luís Jacob.
Destacou-se em várias funções no âmbito militar.
Orador convidado em várias ações e Fóruns, no âmbito da Economia Social ao nível do
Terceiro Sector, tanto na Formação de Dirigentes e Técnicos, como Colaboradores das IPSS. Foi Presidente da Direção do Centro Social Amigos da Lardosa, além de ter sido Tesoureiro e
Presidente da Direção desta IPSS no período de 2005 a 2017. Foi também Tesoureiro da União
Distrital das Instituições Particulares de Solidariedade Social de Castelo Branco. Atualmente é o Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Castelo Branco.
Noutros âmbitos, salienta-se: Vice-Presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco de 17 de
outubro de 2017 a 27 de julho de 2020 e Presidente da Câmara Municipal de Castelo Branco
no período de 28 de julho de 2020 a 15 de outubro de 2021.
Integrou o Conselho Geral do Instituto Politécnico de Castelo Branco, como membro cooptado
no período de 2017 a 2021. Desde 14 de junho de 2021 que é o Presidente do Conselho Geral do Instituto Politécnico de Castelo Branco

closepopup
Dr.º Francisco Valverde LuengoPresidente de PLECEAT Plena Inclusión, Plasencia - Espanha

Francisco de Jesús Valverde Luengo nasceu em Plasencia em 3 de setembro
de 1943.Estudou na Escola Marista de San Calixto, Bacharelado no Instituto
Gabriel y Galán e Docência na Escola de Cáceres. É terapeuta e
fonoaudiólogo. Lecionou no Colégio de San Calixto de los Maristas em
Plasencia, nove cursos, no Centro Público Ntra Señora de Fátima em
GALISTEO, onde foi Diretor e fez o Centro de Integração Escolar, por
dezesseis cursos e também dirigiu o C. P. de Educação Especial PONCE DE
LEON em Plasencia, para 19 cursos.

Dr.º Francisco Valverde LuengoPresidente de PLECEAT Plena Inclusión, Plasencia - Espanha

Francisco de Jesús Valverde Luengo nasceu em Plasencia em 3 de setembro
de 1943.Estudou na Escola Marista de San Calixto, Bacharelado no Instituto
Gabriel y Galán e Docência na Escola de Cáceres. É terapeuta e
fonoaudiólogo. Lecionou no Colégio de San Calixto de los Maristas em
Plasencia, nove cursos, no Centro Público Ntra Señora de Fátima em
GALISTEO, onde foi Diretor e fez o Centro de Integração Escolar, por
dezesseis cursos e também dirigiu o C. P. de Educação Especial PONCE DE
LEON em Plasencia, para 19 cursos.

closepopup
Enf.ª Alda RamosDiretora de Enfermagem da Casa de Saúde de Idanha, Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus

Alda Ramos, 49 anos terminou o bacharelato em Enfermagem no ano de 1995,
posteriormente, em 2007 finalizou o curso de Complemento de Formação em
Enfermagem. No ano de 2011 completou a especialização em Saúde Mental e
Psiquiátrica. Entre 1995-2009 trabalhou no serviço de urgência do Hospital
Distrital de Cascais e Hospital Fernando Fonseca, no serviço de medicina do
Hospital São Francisco Xavier -CHLO e em contexto psiquiátrico nas Irmãs
Hospitaleiras- Idanha. De 2009 a 2013 coordenou a equipa de Enfermagem do
serviço de hematologia do H.S.F.X. (CHLO). De Entre 2013 e 2015 trabalhou
como adjunta da direção de enfermagem na Irmãs Hospitaleiras -Idanha.
Desde 2015 atá agora estabeleceu-se como Enfermeira Diretora, também nas
Irmãs Hospitaleiras – Idanha.

Enf.ª Alda RamosDiretora de Enfermagem da Casa de Saúde de Idanha, Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus

Alda Ramos, 49 anos terminou o bacharelato em Enfermagem no ano de 1995,
posteriormente, em 2007 finalizou o curso de Complemento de Formação em
Enfermagem. No ano de 2011 completou a especialização em Saúde Mental e
Psiquiátrica. Entre 1995-2009 trabalhou no serviço de urgência do Hospital
Distrital de Cascais e Hospital Fernando Fonseca, no serviço de medicina do
Hospital São Francisco Xavier -CHLO e em contexto psiquiátrico nas Irmãs
Hospitaleiras- Idanha. De 2009 a 2013 coordenou a equipa de Enfermagem do
serviço de hematologia do H.S.F.X. (CHLO). De Entre 2013 e 2015 trabalhou
como adjunta da direção de enfermagem na Irmãs Hospitaleiras -Idanha.
Desde 2015 atá agora estabeleceu-se como Enfermeira Diretora, também nas
Irmãs Hospitaleiras – Idanha.

closepopup

Agenda

Confira aqui o programa para o nosso evento.

  • 27 maio 2022
  • Auditório IPDJ de Castelo Branco
09:00 - 09:15Abertura Solene By Dr. João BenquerençaPresidente da AACCB

Dr. João Benquerença, Presidente da AACCB

Comissão de Honra

10:00 - 11:00O Impacto da Pandemia de COVID-19 nas IPSS e seus utentes em Portugal By Dra. Joana Morais e CastroUniversidade Católica Portuguesa do Porto
11:00 - 11:30Coffee Break
11:30 - 12:00Desafios e abordagem estratégica perante a crise pandémica. By Enf.ª Rita EstevesEnfermeira e Vogal da Direção da AACCB
12:00 - 12:30As repercussões de um isolamento social necessário. By Dr.ª Sandra FortunaDiretora Técnica da APPACDM da Covilhã
12:30 - 15:00Almoço
15:00 - 15:30Dois surtos, duas experiências. By Enf.ª Alda RamosDiretora de Enfermagem da Casa de Saúde de Idanha, Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus
15:30 - 16:00Adversidades da pandemia, vários contextos: crianças e séniores. By Coronel José Augusto AlvesProvedor da Santa Casa da Misericórdia de Castelo Branco
16:00 - 16:30A pandemia do outro lado da fronteira. By Dr.º Francisco Valverde LuengoPresidente de PLECEAT Plena Inclusión, Plasencia - Espanha
16:30 - 17:30Mesa redondaAACCB, APPACDM Covilhã, Casa de Saúde de Idanha, Santa Casa da Misericórdia de Castelo Branco, PLACEAT

AACCB, APPACDM Covilhã, Casa de Saúde de Idanha, Santa Casa da Misericórdia de Castelo Branco, PLACEAT

17:30 - 18:00Encerramento By ExpressArteGrupo de Dança Inclusiva da AACCB

Grupo de Dança Inclusiva da AACCB – ExpressArte

Garanta o seu lugar !

00
Days
00
Hours
00
Minutes
00
Seconds

Contate-nos

“O mais importante na comunicação é ouvir o que não foi dito.” – Peter Drucker

Enviar Mensagem

Se tiver alguma questão ou apenas quiser entrar em contacto, utilize o formulário abaixo. Aguardamos o seu contacto!