Maria Antónia Baptista Pinto Bandeira Mateus Zamora licenciada em Medicina em Outubro de 2001, pela Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra, com pós-graduação em Antropologia Médica pela Faculdade de Ciências da Universidade de Coimbra e pós-graduação em Neurociências pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto.
Frequentou o internato geral no Centro Hospitalar de Coimbra (CHC) e no Centro de Saúde de Cantanhede.
Realizou o internato Complementar de Psiquiatria, como interna do Hospital Sobral Cid (HSC), entre 1 de janeiro de 2004 e 31 de dezembro de 2009, de acordo com o programa de formação definido em 30 de outubro de 1996 (portaria 616/96). Teve uma interrupção de 9 meses de licença sem vencimento no ano de 2008, para frequência

da fase curricular do Programa Doutoral em Neurociências da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto. Realizou exame de especialidade em Julho de 2010, no Hospital Júlio de Matos, tendo obtido a classificação final de 19,2.

Frequentou o ano 2 da Formação em Terapia Familiar e Sistémica, pela Sociedade portuguesa de Terapia Familiar, sendo membro desta.  Iniciou a formação em Diretor de Psicodrama Moreniano no ano de 2007. Realizou pós-graduação em terapia cognitivo-comportamental no Instituto Superior Miguel Torga, em Coimbra, nos anos de 2007 e 2008, tendo obtido a classificação de Muito Bom.

Já exerceu funções no Serviço de Psiquiatria do Centro Hospitalar do Médio Tejo – Unidade de Tomar, no serviço de Psiquiatria do Hospital de Santarém e colaborou nas urgências hospitalares de psiquiatria da área metropolitana de Lisboa- Hospital de São José, bem como na urgência do hospital Garcia de Orta e Hospital do Barreiro.

Em 2015, regressou ao Hospital Amato Lusitano, onde já tinha desempenhado funções em 2010 no serviço de Psiquiatria onde, atualmente, exerce atividade profissional.

Artigos recomendados